Ajuda-me a ver.
O AMOR que me despertas pela manhã.

26 de dezembro de 2010

Reconstruir-se


"Reconstruir-se é assim: você se monta por inteiro,
pra depois desabar. E depois se montar de novo."

Vanessa Leonardi ♫♫

Feliz Natal e um Feliz 2011!!


Bem, mais um Natal que passou.
Me lembro que eu aguardava ansiosa até o momento
de montar a árvore de Natal, colocar os enfeites, sentir todo
o clima e a expectativa de comemorar.
Mas desde de 2009, sinto que não é mais a mesma coisa.
Era como se alguma coisa aqui dentro de mim, tivesse se partido
em pedaços...era como se eu tivesse a certeza de que nada mais seria
como era antes, sabe?
Pela primeira vez na minha vida, sinto o que tanto já ouvi falar por aí:
"- O Natal me deixa triste, assim como a chegada do Ano Novo."
Quando ouvia as pessoas falarem assim, me perguntava como isso era possível.
Achava que não.Mas é possível sim.Sinto isso agora.
Gostaria de tirar a tristeza que toma conta de mim e gritar que quero ser feliz de novo...
quero sentir a essência das festas de fim de ano. Quero sentir o cheiro do Natal, sim Natal tem cheiro. E é gostoso. Alegre. Tem Paz. Amor. Tem VIDA.
Mas queria deixar aqui o desejo de um Feliz Natal à todos, mesmo que um pouco atrasado.
Mas é de coração...verdadeiro mesmo.
Que todos tenham passado um Natal muito iluminado, cheio de paz, saúde, alegrias, AMOR e muitas realizações.
Deixo aqui também, o desejo de um Ano Novo repleto de realizações. Sonhos. Esperança.
Sonhos para continuarmos a nossa caminhada e não desistirmos nunca.
Esperança para acreditarmos sempre, mesmo que em alguns momentos, pareça
que nunca será possível.
Sempre é possível quando se tem FÉ.
Feliz Natal e que 2011 seja marcado por nossas conquistas!!

Claudia Porto

18 de dezembro de 2010

La Bella Luna


♪♫ Por mais que eu pense
Que eu sinta, que eu fale
Tem sempre alguma coisa por dizer
Por mais que o mundo dê voltas
Em torno do sol, vem a lua me
Enlouquecer ♪♫


- Os Paralamas do Sucesso -

6 de dezembro de 2010

Sempre passa


“Vai passar, tu sabes que vai passar.
Talvez não amanhã, mas dentro de uma semana,
um mês ou dois, quem sabe?
O verão está aí, haverá sol quase todos os dias,
e sempre resta essa coisa chamada ‘impulso vital’.
Pois esse impulso ás vezes cruel,
porque não permite que nenhuma dor
insista por muito tempo,
te empurrará quem sabe para o sol,para o mar,
para uma nova estrada qualquer
E de repente, no meio de uma frase
ou de um movimento te surpreenderás
pensando algo assim como
‘estou contente outra vez’.(…)”

Caio Fernando Abreu

28 de novembro de 2010

Aprendi


"Aprendi que o amor é feito de liberdade. É como ter, todos os dias, muitas outras opções. E ainda assim fazer a mesma livre escolha."


Cris Guerra

Valeu


"E, mesmo que tudo não ande da forma que eu gostaria, saber que já não sou a mesma de ontem me faz perceber que valeu a pena."

Marcia Duarte

Você virá


"Você virá. Sei que virá por uma dessas avenidas com nomes de poetas, distraídos um em direção ao outro, como todo encontro, como todo amor acontece.

Se perca.
Me perco para nos encontramos."



Cáh Morandi

23 de outubro de 2010

Do lado de cá


♫♪ Se a vida às vezes da uns dias de segundos cinzas
e o tempo tic taca devagar
Põe o teu melhor vestido, brilha teu sorriso
Vem pra cá, vem pra cá
Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa
e tudo não parece funcionar
Deixe esse problema à toa, pra ficar na boa
Vem pra cá

Do lado de cá, a vista é bonita
a maré é boa de provar
Do lado de cá, eu vivo tranquila
E o meu corpo dança sem parar
Do lado de cá, tem música, amigos e alguém para amar
Do lado de cá

Se a vida às vezes da uns dias de segundos cinzas
e o tempo tic taca devagar
Põe o teu melhor vestido, brilha teu sorriso
Vem pra cá, vem pra cá
Se a vida muitas vezes só chuvisca, só garoa
e tudo não parece funcionar
Deixe esse problema à toa, pra ficar na boa
Vem pra cá ♫♪


Chimarruts


Esse Mistério


Estive pensando nesse mistério que faz com que a vida da gente encontre essa vida na multidão planetária de bilhões de outras. E sem saber que ela existia, perceba ao encontrá-la que sentia saudade dela antes de conhecê-la. Estive pensando nesse mistério que faz com que aquela vida que acaba de encontrar a nossa nos deixe com a impressão de estar no nosso caminho desde sempre, como se fosse um sol que esteve o tempo todo ali e a gente somente não o ouvia cantar. Nesse mistério que nos faz trocar buquês dos olhares mais cuidadosos. Que nos faz querer cultivar jardins, lado a lado. Nesse mistério que faz com que a nossa vida queira um bem tão grande à outra vida, que vai ver que isso já é uma prece e a gente nem desconfia.

Ana Jácomo

Gatinha Manhosa


♪♫ Meu bem já não precisa falar comigo dengosa assim,
Brigas só pra depois ganhar mil carinhos de mim
Se eu aumento a voz você faz beicinho e chora baixinho
E diz que a emoção dói seu coração

Já não acredito se você chora dizendo me amar
Eu sei que na verdade carinhos você quer ganhar

Um dia gatinha manhosa eu prendo você
no meu coração
Quero ver você,
fazer manha então
presa no meu coração
Quero ver você. ♫♪

Adriana Calcanhotto

9 de outubro de 2010

Sem querer


"E cada vez que eu fujo, eu me aproximo mais
E te perder de vista assim é ruim demais
E é por isso que atravesso o teu futuro
E faço das lembranças um lugar seguro...
Não é que eu queira reviver nenhum passado
Nem revirar um sentimento revirado
Mas toda vez que eu procuro uma saída
Acabo entrando sem querer na tua vida."


♥ Ana Carolina ♥

"O Amor surge como uma vontade que nunca se sacia."



30 de setembro de 2010


"Desisti de salvar o mundo
quero salvar somente o dia
salvar a alegria do nosso encontro
então me preocupo em manter
a doçura do rosto
a leveza do traço
o balançar do corpo
meu corpo em teu abraço
então me despreocupo
me ocupo ao teu agrado
é isso que vale
o resto ao acaso"

(Cáh Morandi)

13 de setembro de 2010

Não Quero


Não quero me preocupar com bobagens e só procurar o que me faz realmente feliz. Porque o tempo passa muito rápido. Não gosto de muitas coisas nessa vida. Mas a que menos gosto é que ela é curta demais. Porque estamos aqui pra sermos felizes, darmos amor em troca de nada. Isso é estar presente no presente. Criar sentido se arrisacando no estar. Presente. Ainda que nada ganhe. Ainda que doa.

Vanessa Leonardi

4 de setembro de 2010

Mulher Perdigueira


Quero uma mulher perdigueira, possessiva, que me ligue a cada quinze minutos para contar uma ideia ou uma nova invenção para salvar as finanças, quero uma mulher que ame meus amigos e odeie qualquer amiga que se aproxime. Que arda de ciúme imaginário para prevenir o que nem aconteceu. Que seja escandalosa na briga e me amaldiçoe se abandoná-la. Que faça trabalhos em terreiro para me assustar e me banhe de noite com o sal grosso de sua nudez. Que feche meu corpo quando sair de casa, que descosture meu corpo quando voltar. Que brigue pelo meu excesso de compromissos, que me fale barbaridades sob pressão e ternuras delicadíssimas ao despertar. Que peça desculpa depois do desespero e me beije chorando. A mulher que ninguém quer eu quero. Contraditória, incoerente, descabida. Que me envergonhe para respeitá-la. Que me reconheça para nos fortalecer.


Fabrício Carpinejar

Pra ver você Feliz


Vou pintar uma realidade fantástica pra você se distrair da rotina sem cor. E sei que nem sempre é possível estar feliz o tempo todo. Mas você só vai chorar na minha frente quando o xampu cair no seu olho. E as tempestades que vierem a gente vai enfrentar de barco, de guarda chuva, de proteção qualquer. Mas a gente vai. Juntos.
Vai ter dias ensolarados só pra gente sentar debaixo de uma sombra de uma árvore gigante. Pra procurar jacaré nas nuvens. Vou tirar você da rotina só pra te distrair com minhas histórias mirabolantes de uma vida normal.

Vanessa Leonardi

27 de agosto de 2010

Encontro


No meio das defesas todas, havia algo que não se defendia, não sabia como se defender, não conseguiria, ainda que tentasse. Havia algo delicioso de se sentir que escorregava de dentro da gente e se esparramava no sorriso. Escapulia no olhar. Cantava no silêncio. Fazia florescer pés de sol no tempo encantado em que estávamos juntos. Dispensava nomes e entendimentos. Havia algo que tinha um cheiro inconfundível de alegria. De vida abraçada. De chuva quando beija a aridez. De lua quando é cheia e o céu diz estrelas. Um cheiro da paz risonha do encontro que é bom.

No meio das defesas todas, havia algo que não se defendia, não sabia como se defender, não conseguiria, ainda que tentasse. Havia algo maravilhoso para ser dado e recebido, daqueles presentes que a vida embrulha com os seus papéis mais bonitos e entrega, toda contente, a duas pessoas. Havia algo para ser trocado, e troca é quando duas vidas se sentem olhadas ao mesmo tempo. Havia algo que fazia um coração falar com o outro, ouvir o que era dito, gostar do que era dito, rir com o que era dito, sentir-se espelhado, sentir-se enternecido, querer brincar, muito além do que qualquer palavra, por qualquer motivo, por qualquer defesa, tentasse, em vão, esclarecer. Uma vontade de parar todos os relógios do mundo para eternizar a dádiva da presença compartilhada, e a impressão de que às vezes até conseguíamos.

No meio das defesas todas, havia algo que não se defendia, não sabia como se defender, não conseguiria, ainda que tentasse. Havia algo que escapava, ileso, dos artifícios todos, todos tolos, que a razão arranjava para não deixar o amor fluir com a beleza dele, o chamado dele, a natureza dele. Amor sempre arruma brecha para escoar entre os dedos temerosos do medo. Pode ser que a gente sinta tanto receio e se proteja tanto, as feridas antigas cicatrizadas coisíssima nenhuma, que nem consiga vivê-lo em sua plenitude. Mas que ele escoa, escoa. Esparrama no sorriso. Escapole no olhar. Canta no silêncio. Diz.

No meio das defesas todas, havia algo que não se defendia, não sabia como se defender, não conseguiria, ainda que tentasse. Havia algo que delatava o desejo, os quarteirões da gente todos iluminados com o fogo feliz da sensualidade, iluminadas as ruas todas que dão acesso ao lugar onde o corpo e a alma costumam se encontrar e dançar numa única canção. Havia algo que não podia ser negado, preterido, amordaçado. Algo que inaugura primavera, tanto faz se é inverno. Algo raro e precioso. Que é perfeito, ao mesmo tempo que consegue incluir todas as imperfeições. Que é lindo, ao mesmo tempo que consegue integrar as esquisitices todas que gente também tem. Havia amor e, de um jeito ou de outro, sabíamos sem nos dizer, havia chegado pra ficar.

O amor quando é amor é amor.

Ana Jácomo


24 de agosto de 2010


Tem gente que entra na nossa vida de forma providencial e se encaixa naquela história que gosto de imaginar: surpresas que Deus embrulha pra presente e nos envia no anonimato. Surpresas que só sabemos de onde vêm porque chegam com o cheiro dele no papel. Acho maravilhoso perceber o quanto algumas vidas interagem com a nossa de um jeito tão mágico e bonito. Os milagres existem para quem tem olhos que sabem ver a sabedoria e a ludicidade amorosa próprias do que é divino. Do que transcende. Do que escapole da nossa lógica tantas vezes sem coração. Todo encontro que verdadeiramente nos toca é uma espécie de milagre num mundo de bilhões de seres humanos. Algumas pessoas a gente nem imaginava que existiam, mas, meu Deus, que agrado bom é para a alma descobrir que vivem. Que estão por aqui conosco. Pessoas que fazem muita diferença na nossa jornada, com as quais trocamos figurinhas raras para o nosso álbum.

Ana Jácomo

22 de agosto de 2010

Muito


O que ela quer é falar de amor. Fazer cafuné, comprar presente, reservar hotel pra viagem, olhar estrela sem ter o que dizer. Quer tomar vinho e olhar nos olhos. Ela quer poder soprar o que mora dentro, o que não cabe, que voa inocente e suicida. Ela quer o que não tem nome. Quer rir sem saber de quê, passar horas sem notar, quer o silêncio e a falação. Ela quer bobagem. Quer o que não serve pra nada. Quer o desejo, que é menos comportado que a vontade. Ela quer o imprevisto, a surpresa, o coração disparado, o medo de ser bom. Quer música, barulho de e-mail na caixa, telefone tocando. Ela tem muito e quer mais. Quer sempre. Quer se cobrir de eternidade, quer o oxigênio do risco pra ficar sempre menina. Ela quer tremer as pernas, beijo no ponto de ônibus e a milésima primeira vez. Quer cor e som, lembrança de ontem, sorriso no canto da boca. Ela quer dar bandeira. Quer a alegria besta de quem não tem juízo. O que ela quer é tão simples. Só que ela não é desse mundo.


Cris Guerra

Mudanças


Mudanças são contrastes de estados e, por isso, doloridas. É nascer de novo sair de uma relação para o vazio. Ou para outra. É preciso coragem e ruptura. É preciso acreditar. Comum permanecermos imóveis por mais que o suportável. Sair do banho e agachar enrolado na toalha, pensando na vida. Demorar um tempo até tomar coragem pra mudar de posição. Mudar é um parto, sempre. Mesmo que o novo mundo seja melhor. Diante do universo inteiro que se anuncia novo, o de alguém que chegou de surpresa, muitas vezes nos acovardamos.

Cris Guerra

O melhor lugar do mundo


O melhor lugar do mundo é um lugar que mesmo em meio ao caos e a desordem, ao seu lado, é um lugar confortável para se estar.
É a cama com lençóis recém-passados. É a casa com janelas de por-do-sol e vista para o mar. É um parque com sorvete de menta que refresca quando a cabeça não pensa. É acordar com esperança nas energias renovadas no dia um de janeiro. É abraço apertado em dias de coração apertado. É a mesa de bar cheia de amigos, etílicos e assuntos a desenvolver. É a música favorita que te faz pensar na pessoa favorita. (e qual é a sua música favorita?) é sonho bom. É xícara de chocolate quente para aquecer a mão e o peito em dias frios. É jardim florido de girassol. É a sociedade secreta de tereza. É chorar de alegria.
Mas de todos os lugares, o melhor lugar do mundo somos nós. Eu escrevo, pinto e faço o mundo do jeito e das cores que quero que ele seja.
Na bússola, o meu norte, meu amor, sou eu, você e nossos lindos e sinceros planos.

Tiago Yonamine

"Não mexa com o amor de um diferente. A menos que você seja suficientemente
forte para suportá-lo depois."

Artur da Távola

21 de agosto de 2010


Lembrar com amor é oferecer, no coração, um sorriso que se expande. É um jeito instantâneo e poderoso de prece. É um modo de abraço, não importa o aparente tamanho da distância, nem as enganosas cercas do tempo. Lembrar com amor é levar a vida, no exato instante da lembrança, ao lugar onde a outra vida está e plantar uma nova muda de ternura por lá.

Ana Jácomo

19 de agosto de 2010

Torcida Maravilhosa!!

Internacional - Bicampeão da Libertadores 2010



Dia 18 de agosto de 2010.
Mais um dia que irá ficar marcado para sempre
em nossos corações Colorados.
Porto Alegre amanheceu já com outro ar...outras vibrações.
O tempo parou, ao menos, foi esta a sensação que tive.
As horas demoraram a passar, a cidade parecia habitada somente por Colorados.
Hora do jogo.Tensão, expectativa, ansiedade e fé.
Lindo de ver a torcida esperando pelos guerreiros de vermelho.
O Gigante da Beira Rio, completamente lotado.
Era tudo lindo, perfeito.Tudo mesmo.
A bola rola. Meu coração dispara.
Grito, rezo, peço e espero.
Ah! Sofrimento meu Deus!
Mas estamos falando de guerreiros, de raça, de conquista.
Assim é o Internacional. Nada é fácil, mas tudo se conquista.
E ontem, não foi diferente.Foi na Raça e na Fé.
Os guerreiros foram mais uma vez apoiados pelos seus
fiéis seguidores, aliás, como acontece sempre.
Sim, seus fiéis seguidores. A Torcida.
Torcida que vibra, acredita sempre.
Que torce com o coração, com a alma.
Ganhar é bom. Ganhar duas vezes, nem se fala.

Parabéns Internacional...

"Segue a tua senda de vitórias.
Colorado das Glórias.
Orgulho do Brasil."

18 de agosto de 2010

Tantas Glórias


Colorado de tantas glórias.
Escrever sobre o INTER, não é tão simples assim.
Ser Colorado, é muito mais que torcer, é crer, acreditar.
Acreditar sempre, que todos os sonhos, por mais difíceis que sejam,
se realizam.
Hoje, 18 de agosto de 2010 mais uma vez o INTER se prepara
para uma grande vitória. Sim, eu acredito que ele será bicampeão da América.
Apenas a um empate para repetir 2006 e outra vez dono do continente.
Vai acontecer de novo a mesma explosão de euforia, o mesmo orgulho de ser Colorado.
Estamos vivendo momentos de euforia, contando os segundos para a decisão.
É um jogo para a história.
Colorados, o Gigante espera por nós!
Por ti, vale todo o meu viver INTER!!


15 de agosto de 2010


"Fui feliz. Fui triste. Te perdi. Me encontrei. Assim é a vida. "

Fernanda Mello

Como Saber?


“Como saber quanto é demais? Demais, cedo demais. Informação demais. Diversão demais. Amor demais, ou demais pra se pedir de alguém? Quanto é demais de tudo pra que consigamos suportar?”

”A amizade nasce no momento em que uma pessoa diz para a outra ‘O que? Você também? Pensei que eu era o único'.”


Clive Staples Lewis

Te


"De longe,
Te sinto.
Te sei."

Fernanda Mello

”Uma mulher é como um saquinho de chá — você nunca saberá quão forte ele é até que esteja na água quente.


Eleanor Roosevelt

Importante


”O mais importante e bonito do mundo é isto: que as pessoas não estão sempre iguais, mas que elas vão sempre mudando.”


Guimarães Rosa

14 de agosto de 2010

It's My Life


É a Minha Vida


Esta não é uma canção para um coração partido
Nenhuma oração muda a fé que ficou
Eu não vou ser só um rosto na multidão
Você vai ouvir a minha voz
Quando eu gritar isto bem alto


É a minha vida
É agora ou nunca
Eu não vou viver para sempre
Eu só quero viver enquanto eu estou vivo
(é a minha vida)
Meu coração é como uma rodovia aberta
Como Frankie disse
Eu fiz isto do meu jeito
Eu só quero viver enquanto eu estou vivo
É a minha vida

Isto é para aqueles que fizeram seu caminho
Para Tommy e Gina que nunca desistiram
Amanhã está ficando difícil não cometer nenhum erro
A sorte ainda não teve sorte
Faça suas próprias regras



Melhor estar no alto quando eles gritarem com você
Não se curve, não quebre, baby, não caia

Bon Jovi